MEC quer desburocratizar liberação de cursos superiores

De acordo com ministério, atualmente, uma instituição particular de ensino superior só consegue a liberação de funcionamento do curso depois de passar por várias etapas

  • por em 17 de junho de 2019

(Foto: Freepik.com)

O Ministério da Educação (MEC) está empenhado na desburocratização do processo de regulação de cursos superiores e no aprimoramento da qualidade da formação de professores no Brasil.  

De acordo com ministério, atualmente, uma instituição particular de ensino superior só consegue a liberação de funcionamento do curso depois de passar por várias etapas de consultas e visitas presenciais.

Estima-se que o tempo de espera possa diminuir, sem, contudo, interferir no rigor da avaliação da proposta pedagógica, que hoje leva até dois anos.

De acordo com o Portal MEC, a proposta é bem vinda no meio acadêmico. Para o presidente do Fórum das Entidades Representativas do Ensino Superior Particular, Celso Nisker, as entidades do setor buscam, permanentemente, o aprimoramento, a modernização e a expansão com qualidade da educação superior. “Criamos as condições para um Brasil mais produtivo, mais competitivo e mais justo”, afirmou.

Ainda segundo a assessoria do MEC, Nisker promete entregar uma proposta ao MEC de melhoria na formação de professores. O presidente do fórum também defende a importância de se investir na educação básica. Segundo ele, é preciso atuar para a melhoria da educação básica, pois é o setor que forma mais de 80% dos novos professores. “É a partir da inovação dos currículos das licenciaturas que poderá se dar a revolução que o Brasil precisa em suas escolas. É a isso que devemos nos dedicar”, concluiu Nisker.

Com informações do Portal MEC

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Likes:
0 0
Views:
27
Categorias:
Notícias