O que estudantes devem observar nos indicadores de educação superior?

Conceito Preliminar de Curso (CPC) e o Índice Geral de Cursos Avaliados da Instituição (IGC) 2018 são termômetros, mas não são os únicos indicadores que devem ser levados em conta pelos vestibulandos

  • por em 6 de janeiro de 2020

(Foto: freepik.com)

Por Gabriel Verdin, especial para o portal Mais Educação
Diretor-pedagógico do QI Pré-Vestibular

A publicidade de uma grande faculdade privada; o renome de uma universidade pública; o aporte no tripé pesquisa, ensino e extensão; a qualidade de determinado curso, entre outros inúmeros fatores, levam estudantes a buscarem a instituição de ensino superior que pretendem se graduar.

Para além dessas escolhas, são os índices oficiais e rankings de qualidade, que continuam a medir, como uma espécie de termômetro, o grau de excelência de instituições de ensino público e privado. Todos os anos, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) disponibiliza os dados do Conceito Preliminar de Curso (CPC) e o Índice Geral de Cursos Avaliados da Instituição (IGC). Em uma escala de 1 a 5, onde 1 e 2 são insuficientes, 3 e 4 são notas intermediárias e 5 é a categoria com as instituições consideradas de melhor qualidade.

Os indicadores de 2018 foram divulgados no último dia 12 dezembro. Eles foram produzidos a partir dos resultados do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade), realizado anualmente pelo Inep.

Com base nas informações do IGC, só em Minas Gerais 266 instituições de ensino, entre pública e privadas, tiveram os dados publicados pelo Inep. Analisando a planilha de dados fornecidos, é possível constatar que apenas quatro instituições de ensino superior tiveram nota 5, ou seja, a nota máxima. São elas: Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Universidade Federal de Viçosa (UFV), Universidade Federal de Lavras (UFLA) e a Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia (Faje). Com nota 4, foram registradas 58 instituições e, desse montante, 47 são instituições privadas e 11, públicas.

Para o cálculo do IGC, é utilizada a média do CPC dos último triênio (2016, 2017 e 2018), além das notas dos programas de pós-graduação de mestrado e doutorado e a distribuição dos estudantes entre os diferentes níveis de ensino, graduação ou pós-graduação stricto sensu.

Chama atenção nos dados divulgados sobre as notas intermediárias (de 3 a 4) de muitos cursos de EaD. Ao ler chamadas de jornais como “o percentual de cursos de ensino a distância (EaD) com nota máxima superou o de presenciais em avaliação do Inep”, é preciso tomar alguns cuidados. Primeiro, vamos à curadoria de alguns dados realizadas por alguns veículos de comunicação. Ao todo, 2,7% dos cursos EaD obtiveram conceito 5, enquanto apenas 1,6% dos presenciais alcançaram o mesmo patamar. Ainda considerando as modalidades de ensino, mais cursos distância (94,5%) obtiveram conceito superior a 3: 94,5%. Entre os cursos presenciais, 86,7% obtiveram conceitos entre 3 e 5.

É fundamental que, qualquer pessoa que pretenda se inscrever para um curso de graduação saiba que a maioria desses EaDs são da área tecnológica. Nem todo EaD terá a mesma qualidade dos cursos presenciais. Já imaginou aulas em licenciatura, psicologia, medicina sem o contato com o público direto? impossível.

Os levantamentos realizados pelo Inep continuam sendo fundamentais para avaliarmos a qualidade dos cursos e das instituições de ensino no Brasil. Ao se basear no Enade, que é uma prova obrigatória e que não mede a produção científica, o IGC e o CPC mensuram apenas uma parte de um todo ainda mais amplo e complexo. Por isso, serve como um indicador, um termômetro dentre vários.

As notas do Enem 2020 serão divulgadas oficialmente pelo MEC no dia 17 de janeiro. É quando começa a corrida pela escolha dos cursos, universidades e ou faculdades. Até lá, os estudantes possuem tempo para formar uma opinião e fazer uma escolha consciente. Uma boa dica é pesquisar sobre a qualidade do corpo docente, a colocação do curso ou da instituição em rankings nacionais e internacionais.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Likes:
0 0
Views:
536
Categorias:
Artigos