Cursos técnicos e profissionalizantes são diferenciais para o mercado de trabalho

Dominique Vasconcellos Martins, de 20 anos, e Reisla de Freitas, de 37 anos, são exemplos de que os estudos abrem boas oportunidades profissionais

  • por em 23 de agosto de 2021

Conquistar uma oportunidade de emprego tem sido uma missão desafiadora, principalmente com a crise instalada no Brasil devido à pandemia da Covid-19. Segundo análise do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), divulgada em junho, a taxa de desemprego no país foi de 14,7% no trimestre fechado em abril, 0,4 ponto percentual acima do trimestre anterior, encerrado em janeiro (14,2%). Com isso, o número de desempregados teve alta de 3,4%, com mais 489 mil pessoas desocupadas.

O alto nível de pessoas procurando trabalho (14,8 milhões no total) torna ainda mais acirrada a disputa pela tão sonhada ocupação profissional. É nesse momento que os cursos profissionalizantes e técnicos fazem a diferença. Afinal, além de preparar para o mercado de trabalho, agregando qualificação e um novo ofício, eles ajudam jovens e adultos a se destacarem dos demais candidatos em uma futura entrevista. Um exemplo de sucesso é Dominique Vasconcellos Martins, de 20 anos, que está cursando o módulo II do curso de Técnico em Informática pela EPSA (Escola Profissionalizante Santo Agostinho). Hoje, ele exerce a função de auxiliar de suporte e técnico de apoio ao usuário de informática (Service Desk), na Sociedade Inteligência e Coração (SIC), instituição mantenedora do Colégio Santo Agostinho e obras sociais agostinianas (escolas gratuitas).

“Considero dois fatores como primordiais que me levaram à conquista dessa vaga. A primeira é a oportunidade que a EPSA me proporcionou ao me indicar e prestar toda atenção e apoio durante o processo seletivo. E o segundo fator foi a minha dedicação em aprender e crescer profissionalmente. Não adianta somente ter a chance, sem abraçá-la. Aproveitei a oportunidade para colocar em prática todos os ensinamentos que tenho aprendido no curso e demonstrei todo o meu interesse em fazer parte daquele time”, diz.

Quando foi selecionado para a vaga de trabalho, Dominique estava cursando o primeiro módulo do curso de TI. Ele conta que, antes de ser chamado para trabalhar na SIC, contou com o apoio do EPSA Carreiras, programa destinado aos alunos dos cursos Técnicos e Profissionalizantes da escola, com foco no desenvolvimento humano e profissional dos estudantes. “O programa me ajudou bastante, com diversos encontros remotos, explicações detalhadas e bastante aprendizado. Mesclei o que foi passado, junto ao meu conhecimento, assim, aprimorando ainda mais o que futuramente seria solicitado em uma entrevista de emprego. Nós temos total apoio. O setor aposta e nos dá confiança para conquistar a vaga, incentivando e sempre nos atualizando sobre o surgimento de oportunidades de trabalho”, destaca Dominique.

Outro exemplo de dedicação e realização é Reisla de Freitas, de 37 anos. Há três meses ela conquistou uma oportunidade de trabalho em um mercado que antes era predominantemente masculino. Reisla se tornou estagiária da área de manutenção na Control Elevadores. “Sempre me identifiquei com a eletromecânica, mas, até então, não tinha conseguido entrar para a área. Tenho três filhos e já não estava mais nos meus planos fazer um curso, mas foi aí que um dos meus filhos, que também tem paixão pela área, me convenceu a voltar a estudar. Fizemos a inscrição juntos no curso técnico da EPSA”, explica Reisla, que se formará como técnica em eletromecânica neste ano.

Ela ressalta que o incentivo e o apoio da escola foram primordiais para que conquistasse a vaga de emprego. “Tudo que tenho aprendido no curso me auxilia de forma positiva diariamente. Minha área de atuação é muito específica e, com o que tenho estudado, sinto como se estivesse montando um quebra-cabeça e, no estágio, a cada dia, sempre encaixo a peça que falta”, analisa.

Reisla enfatiza que entrar para o mercado de trabalho não é fácil, porém, com esforço e dedicação, esse sonho se torna realidade. “Às vezes por medo ou receio deixamos grandes oportunidades passar e precisamos evitar isso! Com a EPSA pude descobrir um mundo de oportunidades que nem sabia que existia; consegui meu estágio no primeiro módulo e, a cada dia que passa, fico mais apaixonada pelo meu curso e pela profissão que escolhi.”

Formação pensada para o futuro

Desde 2000, a EPSA atua com protagonismo na inclusão social de jovens e adultos, por meio de cursos de qualificação profissional, técnicos e Ensino Médio que visam o aumento da escolaridade e a capacitação para o mundo do trabalho. “Todos os cursos ofertados são totalmente gratuitos, incluindo material didático, uniforme, lanche e equipamentos de proteção individual (EPIs) para frequentar os nossos laboratórios”, destaca o diretor da EPSA, Marco Henrique Silva.

A escola conta com uma infraestrutura de 3.460m² em um prédio de quatro andares, situado no bairro Brasil Industrial, na região do Barreiro, em Belo Horizonte. “Contamos com um corpo docente altamente qualificado e uma metodologia de ensino dinâmica e interativa para proporcionar aos alunos um ensino que vai além das salas de aulas. Nossos estudantes têm à disposição laboratórios de usinagem mecânica, manutenção automotiva, robótica, eletricidade, hidráulica, pneumática e informática, além de biblioteca informatizada, quadra esportiva e espaços de convivência”, explica o diretor da EPSA.

De acordo com a coordenadora do EPSA Carreiras, Kelem Pereira, o programa traz a concepção educativa com o foco no desenvolvimento humano e na formação profissional, por meio da educação integral. “Para alcançar bons resultados em processos seletivos com inserção no mundo do trabalho, o programa prepara os alunos por meio de ações práticas que norteiam o itinerário formativo de nossos estudantes. Oferecemos palestras com abordagens relacionadas ao desenvolvimento humano e profissional, workshops, oficinas de currículos, orientação para entrevistas de emprego e estágio”, explica.

Segundo Kelem, nos últimos anos, mais de 90 estudantes conquistaram uma oportunidade de emprego ou estágio por meio do EPSA Carreiras, sendo 26 deles em 2021. “As empresas que contratam os nossos alunos contribuem efetivamente no processo de desenvolvimento de novos profissionais.” Ela ressalta que as empresas interessadas em fazer parte da parceria podem entrar em contato pelo e-mail kelem.pereira@epsa.com.br, telefone (31) 3073-9612 ou sitehttps://epsa.com.br/programas/carreiras.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Likes:
0 0
Views:
23
Categorias:
Notícias
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments