Inscrições para trabalhar no Enem 2019 foram prorrogadas

Os interessados em trabalhar na aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 podem se cadastrar até o dia 29 de julho

  • por em 24 de julho de 2019

(Foto: Wilson Dias/Agência Brasil)

Os interessados em trabalhar na aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 podem se cadastrar até o dia 29 de julho. O prazo, que se encerraria no dia 22, foi prorrogado. Servidores públicos federais e professores da rede estadual ou municipal de ensino podem se cadastrar.

O interessado deve se cadastrar no sistema da Rede Nacional de Certificadores (RNC) e, posteriormente, se cadastrar para trabalhar no Enem 2019. Os certificadores selecionados terão a função de atuar como representantes do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) nos 1.728 municípios onde as provas do Enem 2019 serão aplicadas, nos dias 3 e 10 de novembro, para conferir os procedimentos de aplicação.

Para atuarem como certificadores no dia das provas do Enem, os candidatos precisam se encaixar nos seguintes critérios:

  • Ser servidor público, em exercício em 2019, do Poder Executivo Federal regido pela Lei nº 8.112 ou docente da rede estadual ou municipal de ensino efetivo e registrado no Censo Escolar 2018;
  • Ter formação mínima em Ensino Médio;
  • Não estar inscrito como participante do Enem 2019;
  • Não ter cônjuges/companheiros ou parentes – em linha reta, colateral ou por afinidade de até terceiro grau – inscritos no Enem 2019;
  • Não ter vínculo com as atividades do processo logístico de elaboração, impressão, distribuição e aplicação ou de observação da aplicação do Enem e nem com o processo de correção da redação.

O Inep vai divulgar os selecionados para participar do curso de capacitação no dia 6 de agosto. Os convocados devem ter um smartphone ou tablet com acesso à internet móvel e computador para a realização do curso de capacitação, onde aprendem as normas, procedimentos e critérios técnicos da RNC para a aplicação do Enem 2019.

O valor pago é de R$ 342, sendo R$ 28,50 por hora de trabalho e o pagamento será feito após a aplicação do Enem 2019 e está condicionado à apresentação do Relatório de Certificação e à finalização da demanda pela RNC. O pagamento será realizado por meio de Gratificação por Encargo de Curso ou Concurso (GECC), no caso dos servidores do Poder Executivo Federal, e por Auxílio Avaliação Educacional (AAE), no caso dos docentes das redes públicas de ensino.

Para mais informações acesse o Site do Inep ou consulte o edital.

Com informações da Assessoria de Comunicação do MEC

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Likes:
1 0
Views:
838
Categorias:
Notícias

All Comments