Dicas para não deixar a criança perder o ritmo dos estudos nas férias

Especialista em educação defende a prática do estudo diário, mesmo durante as férias, para manter ativa a memória da criança e tornar a volta às aulas mais fácil e tranquila

  • por em 7 de janeiro de 2020

(Foto: freepik.com)

O período de férias é um momento em que a rotina de estudos das crianças acaba sendo deixada um pouco de lado. Mas, estudar um pouco todos os dias traz muitos benefícios aos pequenos, pois além de não perderem o ritmo de estudos, também os prepara para um retorno tranquilo para as aulas do próximo ano. É o que afirma a especialista Bruna Duarte Vitorino, pedagoga que atua na área de educação há 15 anos

“Pode parecer difícil convencer a criança sobre a importância do estudo diário, mas é um investimento que ela só compreenderá no futuro. Pais, acreditem a prática é benéfica. Com a prática diária ela aprende a ter responsabilidade, a persistir e a buscar seus sonhos”, diz ela.

Ainda de acordo com Bruna, que atualmente é coordenadora pedagógica do Kumon, apoio dos pais é essencial para maximizar com sucesso a capacidade das crianças. “Estudar não precisa ser chato e cada família pode encontrar a melhor maneira de incentivar o seu filho. Ler com os pequenos, participar de jogos educativos, ir ao teatro, enfim, qualquer atividade é válida”.

Confira mais algumas dicas da especialista para os pais diversificarem as atividades durante as férias:

  1. Passeios em bibliotecas e livrarias
    “Estimule o gosto pela leitura com passeios em bibliotecas ou livrarias. A quantidade de livros irá encantar a criança, além de ver que outras pessoas também se interessam pela leitura. Deixe-a passear pelas prateleiras, sentir os livros e escolher alguma história. Encontre um espaço aconchegante para ler junto com a criança”.
  2. Contação de história
    “Aproveite o momento para reforçar os laços com os seus filhos, além de estimular o gosto pelos livros. Escolha um conto e proponha a leitura em conjunto, cada um lê uma parte. Dê liberdade para interpretar e incorporar vozes aos personagens e ao narrador, assim o momento se torna mais divertido. Caso a criança ainda não seja alfabetizada, realize a leitura em voz alta. A “contação de história” irá ajudá-la a conhecer novas palavras e instigá-la à leitura e criatividade”.
  3. Visita a museus
    “Proponha a atividade em grupo: em família ou convide os amigos de seus filhos para ir junto. Lembre-se que crianças querem tocar o que veem, por isso, dê preferência a exposições interativas, pois saciam a curiosidade e a diversão, enquanto transmite o conhecimento”.
  4. Desenhar e estimular a escrita
    “Ótimo para aguçar a criatividade, conhecimento, concentração, além de ajudar na coordenação motora. Separe desenhos para colorir e contornar, que contenham letras do alfabeto e números, por exemplo”.
  5. Ajudar nas compras
    “Mostre que a matemática faz parte do dia a dia. Deixe seus filhos ajudá-los a fazer a lista de compras e a calcular quanto irão gastar”.
  6. Jogos de memória e concentração
    “Jogos são sempre divertidos, estimulam a coordenação motora e o raciocínio lógico. Estimule brincadeiras em grupo como: quebra-cabeça, dominó, dama, xadrez, palavras-cruzadas, jogos de adivinhação, vôlei, futebol, entre outros”.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Likes:
1 0
Views:
596
Categorias:
Notícias