CAPES oferece bolsas para pesquisa do coronavírus

Além do quantitativo já previsto pelo modelo de concessão, haverá o aporte de mais 2.180 benefícios

  • por em 25 de março de 2020

Micrografia eletrônica de uma célula fortemente infectada com partículas do coronavírus (Imagem: NIAID)

A CAPES lançará um novo programa de apoio à pesquisa, voltado à prevenção e combate às epidemias. A ação consiste, de imediato, em um reforço ao número de bolsas para cursos que lidam, direta ou indiretamente, em pesquisas que envolvam o estudo do coronavírus. Além do quantitativo já previsto pelo modelo de concessão, haverá o aporte de mais 2.180 benefícios.

Adicionalmente, para os cursos de excelência, que possuem conceitos 6 e 7 e atuam nas áreas de infectologia, epidemiologia, pneumologia e imunologia, serão mais 420 bolsas e recursos de custeio, oferecidos por meio de edital específico.

Em fevereiro de 2020, quando a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) anunciou o modelo de concessão de bolsas, havia ao todo 81.400 bolsas no País, distribuídas por mais de 350 instituições de ensino superior – públicas e privadas – que abrangiam mais de 7 mil cursos.

Um mês depois, em março, com a implementação do modelo, este número passou para 84.786 benefícios para mestrado e doutorado. O aumento foi necessário para atender os cursos mais bem avaliados.

Com informações da CCS/CAPES

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Likes:
1 0
Views:
289
Categorias:
Notícias