MEC destina R$ 2,8 mi para testes de Covid-19 em universidade mineira

Recursos estão previstos em medida provisória para enfrentamento ao coronavírus

  • por em 13 de abril de 2020

(Foto: UFU/Marco Cavalcanti)

O Ministério da Educação (MEC) autorizou o repasse de R$ 2,8 milhões para três laboratórios de pesquisa da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), em Minas Gerais, começarem a fazer testes para o novo coronavírus. Os recursos serão aplicados em duas frentes: R$ 628 mil para investimentos e R$ 2,2 milhões para custeio.

Os testes serão feitos por cientistas nos laboratórios de Nanobiotecnologia e de Imunoparasitologia, em Uberlândia, e no Laboratório de Diagnóstico e Análises Moleculares, em Patos de Minas. De acordo com a universidade, quando as testagens começarem efetivamente, os resultados dos exames devem sair entre 24 e 48 horas.

A administração da instituição já começou a trabalhar na viabilização de compra de equipamentos e materiais, como kits para diagnóstico de Covid-19, equipamentos de proteção individual (EPIs), cabine de segurança biológica e reagentes.

Os recursos para investimentos serão utilizados em obras, instalações e equipamentos permanentes. Já os recursos para custeio vão ser aplicados em contratos de prestação de serviços, aquisição de materiais de consumo e outras despesas.

Investimento

A UFU é uma das instituições que receberão repasse do MEC para o enfrentamento da pandemia. Os recursos constam na Medida Provisória 942

O investimento total do ministério será de R$ 339,4 milhões, divididos entre universidades e institutos federais. Do montante previsto na MP, R$ 60 milhões ficam com a Secretaria de Educação Superior (Sesu) para serem descentralizados conforme a demanda. A federal de Uberlândia fez uma proposta de trabalho para a utilização dessa cota e foi atendida.

Com informações da UFU e do MEC

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Likes:
0 0
Views:
302
Categorias:
Notícias